CHEGA de Vagos apresenta candidatos para as eleições autarquicas 2021

2021-08-02

CHEGA apresenta candidatos à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e quatro juntas de freguesia no concelho de Vagos

CHEGA de Vagos apresenta candidatos para as eleições autarquicas 2021

O CHEGA apresenta-se pela primeira vez a eleições no concelho de Vagos. A comissão politica concelhia de Vagos apresentou na passada 6ªfeira, no tribunal de Vagos as listas candidatas às eleições autárquicas 2021. 
À Câmara Municipal de Vagos, o candidato que encabeça a lista é Vitor Oliveira. Técnico Informático, com 49 anos, a residir em Vagos desde 1986.
À Assembleia Municipal, o cabeça de lista é Sidónio Santos Sansana, Gafanha da Boa Hora, com 55 anos e professor de profissão.
O CHEGA apresenta também condidatos a algumas da juntas de freguesia do concelho.
Para a União de Freguesia de Vagos e Santo António o candidato apresentado é Paulo Grave. Empresário de Vagos com 51 anos.
Junta de Freguesia de Santo André, Fernando Estevam. Operário Fabril com 48 anos
Junta de Freguesia de Calvão, Carlos Malta. Técnico Operacional com 51 anos.
União de Freguesia de Ponte de Vagos e Santa Catarina, Custódia Costa. Empresária com 43 anos
Em comunicado, a Concelhia de Vagos do Partido Político Chega, refere que “foi criada por gente do povo, sem passado político e com um único objetivo, fazer o melhor pelo Concelho e sua população”.

E que “não temos a experiência que os outros partidos têm em "fazer política" e os seus meandros. Todos os dias para nós é um dia de aprendizagem no que  existe bom, para continuar a melhorar e no que tem de mau para sabermos qual o caminho que não queremos seguir e que temos que mudar”. 

O Chega apresenta-se nestas eleições com candidatos a 4 das freguesias vaguenses. Segundo o partido “para uma concelhia que foi criada há pouco mais de dois meses e meio da entrega das listas, não nos foi de todo possível conseguir concorrer a todas as freguesias. Tentamos ouvir a população e as suas necessidades. Ouvimos um pouco de tudo e de tudo um pouco. Não vamos esquecer as freguesias pelas quais não estamos a concorrer, pois se estamos cá também é por eles.”

 

 

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -