Ílhavo: Investimento Municipal na qualidade balnear na ordem dos 350 mil euros

2021-06-23

Protocolo de cooperação assinado entre a autarquia e a Associação de Nadadores Salvadores – ResgatÍlhavo visa assegurar a vigilância e segurança durante a época balnear.

Ílhavo: Investimento Municipal na qualidade balnear na ordem dos 350 mil euros

Foram hasteadas as duas Bandeira Azul e Bandeira Praia Acessível para Todos, nas Praias da Costa Nova e da Barra, e assinado o Protocolo de Cooperação entre a autarquia e a Associação de Nadadores-Salvadores ResgatÍlhavo que visa assegurar a vigilância e segurança durante esta época balnear.
A “Bandeira Azul e Praia Acessível para Todos” simboliza o trabalho e o cuidado que a Câmara Municipal tem tido na preservação e manutenção de condições de acessibilidade ao areal, limpeza e disponibilização de equipamentos que beneficiam as praias e garantem, a quem as visita e usufrui, uma excelente a qualidade balnear.
No que respeita ao Protocolo com a Associação de Nadadores-Salvadores, a formalização desta parceria com a ResgatÍlhavo representa um investimento de 41.859,00 euros e integra o processo, já assumido pela Câmara Municipal, da Descentralização de Competências entre a Administração Central para a gestão das praias, bem como concretiza o Plano Integrado de Salvamento (PIS) da Praia da Barra e o Plano Integrado de Assistência a Banhistas (PIAB) da Praia da Costa Nova.
Este investimento permite que seja alargada a segurança balnear a toda a zona de costa do Município - cerca de 7 quilómetros de areal - incluindo os intervalos entre zonas concessionadas, tentando, com isso, promover uma melhor e mais segura experiência balnear, neste verão, para quem visita as duas praias. Importa recordar que a Praia da Barra, à qual se junta a denominada “Meia Laranja” ou “Praia Velha”, é a praia com maior capacidade de lotação na Região Centro, no âmbito das condicionantes da pandemia, com cerca 14.100 lugares, e a Praia da Costa Nova (Costa Nova e Costa Nova Sul) comporta o total de 11.000 lugares, segundo a Agência Portuguesa do Ambiente.
As responsabilidades da Autarquia na gestão das praias não se compaginam apenas ao Protocolo hoje assinado, em vigor para esta época balnear. Segundo o Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Fernando Caçoilo, «as novas competências assumidas na gestão das praias, algumas transitam de anteriores responsabilidades da Capitania do Porto de Aveiro e da Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Centro, exigem à Câmara Municipal cuidados acrescidos com a limpeza do areal, a manutenção dos passadiços, a implementação, conservação e higienização de equipamentos, a segurança balnear, entre outros, que resultam num investimento anual na ordem dos 350 mil euros».

 

 

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -