Saúde: uma prioridade defendida na “Declaração do Porto”

2021-05-03

Óscar Gaspar, atual presidente da APHP, referiu algumas das medidas que defendem.

Saúde: uma prioridade defendida na “Declaração do Porto”

Mais de 20 entidades nacionais e europeias que cobrem áreas desde a indústria farmacêutica à hospitalização privada e aos sistemas informáticos assinam, esta segunda-feira, a “Declaração do Porto”, com 19 medidas que pugnam por “sistemas de saúde focados nas pessoas e nos resultados”. 

De acordo com informação avançada pelo JN, “a declaração pretende sensibilizar as instituições europeias para que a saúde se torne uma das suas prioridades”.

O Vaguense Óscar Gaspar, atual presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, uma das associações signatárias da declaração, explicou ao JN que “transição digital, maior articulação europeia na saúde, maior investimento e canalização de recursos e equidade no acesso à saúde são algumas das medidas propostas”, no documento que será enviado ao Parlamento Europeu, Conselho da Uniao Europeia e à Comissão Europeia.

 

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -