Duarte Novo fez duras críticas ao Governo pela não inclusão da ligação à A1 no PRR

2021-03-02

Na perspetiva do autarca de Oliveira do Bairro este é um plano “sem estratégia e que não dá resposta aos empresários”.

Duarte Novo fez duras críticas ao Governo pela não inclusão da ligação à A1 no PRR

O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Duarte Novo, criticou o Governo pela não inclusão da ligação à A1, reivindicada em conjunto com o Município de Anadia, no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). 

Duarte Novo mostrou-se bastante crítico com o PRR, considerando que se trata de um plano “sem estratégia e que não dá resposta aos empresários”. 

No âmbito social, o líder da autarquia de Oliveira do Bairro defende que o documento “não demonstra um caminho claro de como as IPSS podem aproveitar as linhas de apoio”.

“Portugal não é só Lisboa e Porto”, criticou Duarte Novo, defendendo que “o concelho de Oliveira do Bairro e a Região de Aveiro merecem muito mais” do que o previsto no PRR.

A reivindicação do autarca de Oliveira do Bairro seguiu integrada num documento da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) intitulado “Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal - Parecer e Contributos”, onde são elencados, entre outros aspetos, quatro “omissões e pontos fracos a corrigir” no PRR, nomeadamente a “Capacitação do Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV) / Ampliação do Hospital de Aveiro e Qualificação dos Hospitais de Águeda e Estarreja”, “Vias para a Competitividade (PIMTRA - Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes)”, no qual se integra a questão da construção do referido nó de acesso à A1, “Qualificação da Ria de Aveiro, Defesa Costeira e Gestão das Alterações Climáticas” e “Ligação Ferroviária Aveiro / Viseu / Salamanca e o Porto de Aveiro”.

 

 

- Últimas de Politica -

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -