Município de Vagos aposta no ambiente e na pedagogia

2021-01-11

Protocolo de cooperação entre a autarquia e a empresa EcoX vai permitir dotar a via pública, as IPSS’s e as escolas aderentes de oleões.

Município de Vagos aposta no ambiente e na pedagogia

A mobilização para cuidar, cada vez mais, do meio ambiente, tem sido o mote da ação do Município de Vagos que procura, desta forma, corresponder aos anseios da população de uma melhor qualidade de vida. 
Com este objetivo em mente e de acordo com o regime jurídico da gestão de óleos alimentares usados (OUA) produzidos pelos setores industrial e doméstico, a Câmara Municipal de Vagos tem implementado, ao longo dos anos, um conjunto de normas que visam a implementação de circuitos de recolha seletiva, o seu correto transporte, tratamento e valorização, por operadores devidamente licenciados para o efeito e a rastreabilidade e quantificação de OAU.
Neste enquadramento e no âmbito do programa GreenGrease, promovido pela EcoX e pela Mistolin Pro, foi aprovado, em sede de Reunião de Câmara e por unanimidade, a celebração de um Protocolo de Cooperação entre o Município de Vagos e a empresa EcoX, que possui tecnologia para a valorização de OAU em diversos detergentes ecológicos e que estabelece parcerias com entidades devidamente licenciadas para efetuar a recolha de OAU, servindo-se dos princípios da economia circular.
Através deste protocolo, fica estabelecido que a empresa irá disponibilizar recipientes de capacidades variadas para deposição de resíduos provenientes do setor doméstico a fim de os colocar nas IPSS’s e escolas aderentes do Município de Vagos.
A empresa procederá também, gratuitamente e de uma forma regular, à recolha dos OAU dos oleões existentes na via pública e nas escolas aderentes, assegurando que todos os colaboradores necessários à realização da recolha e encaminhamento estejam devidamente identificados, possuam seguro de acidentes de trabalho e de responsabilidade civil, para além do assegurar do cumprimento dos requisitos legais para a operação.
O presente protocolo terá a duração de 5 anos e é passível de ser renovado por sucessivos e iguais períodos.
Pedro Bento, vereador do pelouro da Educação refere que “este é um acordo muito importante na vertente da sensibilização pedagógica para a reciclagem e reutilização, uma vez que os óleos usados vão ser convertidos em detergentes dos quais uma percentagem será entregue às escolas e IPSS’s.

 

 

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -